Halloween

O fantasma dentro da palavra Ghost

Invisível e muda, a letra H na grafia da palavra Ghost tem uma história um tanto quanto inusitada.


 

O Halloween está quase aí. Nessa época do ano é muito comum ver a temática sobrenatural dominando nossos arredores, seja na decoração de casa, nos doces assustadores que dão as caras todo mês de outubro e, principalmente, nos filmes e séries. Quem nunca ouviu falar dos clássicos filmes Ghostbusters, Ghost e Poltergeist, não é mesmo? Isso porque os fantasmas estão entre os personagens mais conhecidos do Halloween. E por falar neles, você já percebeu que o termo em inglês para espírito possui seu fantasminha próprio, uma letra que não é pronunciada, que parece invisível? Estamos falando do H na palavra GHOST.

A palavra do Inglês Antigo que deu origem ao termo (gást) também não trazia o H, assim como a palavra em alemão de origem similar (geist). Mas então, de onde surgiu essa letrinha a mais? E por que ela continua existindo?

No século XV, William Caxton estabeleceu a primeira empresa de tipografia da Inglaterra. Apesar de ser inglês, William aprendeu a arte da tipografia em Colônia, Alemanha, e depois montou sua empresa na Bélgica, juntamente com tipógrafos falantes de Flemish (Flamengo – dialeto do baixo frâncico, derivado do holandês); com eles que William retornou à Inglaterra para dar início às impressões em inglês. Como na época não havia um manual ou guia de como as palavras eram soletradas no idioma inglês, esses homens tiveram que traduzir e escolher como escrever essas palavras, por isso, algumas foram escritas de acordo com as regras gramaticais do holandês – depois do g, vêm um h. E, como essa, muitas outras palavras que conhecemos foram originalmente escritas com essa letra a mais, como ghoos (goose), ghoot (goat) e gherle (girl).

Com o tempo, tirou-se o H mudo dessas palavras, a não ser o da palavra ghost e seus derivados. Sabe por quê? Apesar de existirem várias teorias, uma das mais prováveis explicações é que a palavra Ghost aparecia na Bíblia impressa no termo HOLY GHOST (Espírito Santo) e, por isso, presumiu-se que a escrita não deveria ser alterada, por ser sagrada.

 

Até hoje usa-se muitas expressões com a palavra ghost, veja algumas a seguir:
  • Ghosting: sabe aquela pessoa que para de responder suas mensagens de uma hora para outra, sem explicação alguma? Que dá um chá de sumiço? Isso é ghosting.
  • Ghostwritting: termo para pessoas que escrevem em nome de outra – ou seja, escrevem textos, mas não recebem o crédito. Originado na França, tornou-se uma profissão que se mantém firme até hoje – a autoria oculta.
  • Give up the ghost: significa morrer ou simplesmente desistir de algo.
  • A ghost of a chance: uma chance diminuta, quase ínfima de algo acontecer.

 

Texto: Raquel Moretto
Edição: Caroline Randmer

ESTÁ BUSCANDO UMA EMPRESA DE TRADUÇÃO CONFIÁVEL?

Oferecemos serviços com alto padrão de qualidade, agilidade e confiabilidade para atender às suas necessidades de comunicação em um mundo cada vez mais globalizado.